Blim, Blom.

Posted by on May 31, 2012 in Blog, mãe | 2 Comments

Blim, blom. De mel, de melão. Beijo que começa na bochecha e vira um abraço de cambalhota. Cuida com meu coração, ficou grande, grande, grande: não vai pisar. Corre aqui e me diz tudo em silabinhas de solavanco com moldura de dentes mínimos. Corre aqui só pra rir e limpar o nariz na minha calça, na altura dos joelhos. Digo que te amo e você AMAOU. Digo que você é perfeita e você me pede para pintar, sai riscando no papel das nossas vidas e deixa tudo assim assado, sem cima nem baixo, só bonito e de verdade. Pra que esses olhos tão grandes, filhotinha? Para não perder nem um pedacinho de nada, mamãezinha. Não perde porque é desperdício. Junta tudo e vai, filha. Lá pra cima, lá para o alto, feito purpurina dos fogos de artifício. Espalha alegria e sobe. Enquanto isso meu amor engrossa feito mingau para bebê dodói. E te amo porque te fiz. E porque você me faz assim feliz.

2 Comments

  1. Aline Yehudit
    31/05/2012

    Emocionante Gica. Lindo.

  2. elô
    27/08/2012

    lindo, lindo. lindo! Não me faça isso que fico com vontade de ter filhos.

Leave a Reply