Pausa.

Pausa.

Posted by on Dec 27, 2014 in Blog, eu que fiz, texto, vida | No Comments

Gosto do jeito como eles trabalham com as cortinas. Gosto ainda mais de poder deixar a luz entrar, pero no mucho. E gosto mais do que tudo da nossa-cama-por-uma-semana no apartamento desenhado para servir às vontades que acumulamos ao longo do ano. Nesse intervalo da vida real, as leis da física são diferentes. Acordo quando ...

Suíte 817

Suíte 817

Posted by on Dec 9, 2014 in Blog, eu que fiz, texto | No Comments

  _Sabe do que eu gosto? _Do quê? _Gosto de saber que o mundo tá acontecendo lá fora e a gente tá aqui. As pessoas trabalhando, a gasolina subindo, todo mundo brigando no Facebook pra ver quem vai ser o novo presidente e a gente aqui. _Pelados. _Eu amo a gente e essa nossa capacidade ...

instantâneas

instantâneas

Posted by on Jun 18, 2014 in Blog, eu que fiz, texto, vida | No Comments

A gente falou sobre Nina Simone e sobre o quão boa Feeling Good é e paramos por aí porque nenhum dos dois quis dizer em voz alta que o cover do Muse é quase tão bom ou – na verdade – melhor que a original, algo que jamais poderia ser verbalizado sem o acordo de ...

Pelo menos.

Pelo menos.

Posted by on Jun 12, 2014 in Blog, eu que fiz, texto | No Comments

Vamos não falar sobre essas coisas? Na verdade, vamos não falar nada? Vou fazer esse desenho no seu braço porque é assim que pretendo me expressar e também sei que assim a gente não vai brigar. Baby, a gente é bem melhor e maior e mais incrível que isso. Presta atenção: vou aumentar o volume ...

talvez por isso não tivesse namorado.

talvez por isso não tivesse namorado.

Posted by on Jun 9, 2014 in Blog, eu que fiz, texto | No Comments

só por que ela não tinha namorado o quarto era roupa e papel pra todo lado seu jeito de vestir era dito engraçado talvez por isso não tivesse namorado só por que ela não tinha namorado pegava caras com manchas no passado e achava tudo aquilo muito errado talvez por isso não tivesse namorado só ...

Escapadas.

Escapadas.

Posted by on Feb 18, 2014 in Blog, eu que fiz, texto | No Comments

Um desses dias em que você acorda descolado do corpo e, ao invés de sair voando por aí, você para e olha. E pensa. Percebe que o que cola cada ação na outra é uma goma transparente que adere bem à sua pessoa e às últimas escolhas que você fez. É boa essa cola porque ...

tema para a manhã*

tema para a manhã*

Posted by on Jun 2, 2013 in Blog, eu que fiz, texto | One Comment

fiquei contando no relógio o tempo que demorava para você se virar, sentar na beira da cama, reclamar das costas, olhar pela janela, lembrar do trabalho inacabado do dia anterior, calçar os chinelos, olhar pra mim e dizer que me ama colado num bom dia transbordando sono. um minuto e vinte e três segundos, pra ...

Madrugada saramaga.

Madrugada saramaga.

Posted by on May 2, 2013 in Blog, eu que fiz, texto | No Comments

Ui, era frio. Frio, frio, enroscado no vento úmido que batia nos ossos e fazia cachorros se encolherem, prostitutas se arrependerem e, bem, você entendeu. Essas eram as condições climáticas daquele dia em que ela estava acendendo um cigarro a cada página redigida em ritmo de metralhadora, no quarto escuro, iluminado apenas pela tela do ...

A menor distância entre dois pontos é uma pergunta.

A menor distância entre dois pontos é uma pergunta.

Posted by on Jan 24, 2013 in Blog, eu que fiz, texto | One Comment

Quando o trânsito transborda em grandes cidades como a minha e a sua, o tempo congela em algum outro planeta. Quem está ao volante se vê indo de zero a cem na fúria a cada freada, a cada sinal que amarela. Quem tem um pouco de juízo aprendeu que paciência é desistir da raiva e ...

anatomia da tristeza.

anatomia da tristeza.

Posted by on Jan 2, 2013 in Blog, texto, vida | One Comment

o pior da tristeza é a solidão. a incompatibilidade espiritual. de momento. de vibração. não acho bom me sentir sozinha quando estou acompanhada porque acho que isso é um mau sinal. gostaria de ser amada também quando estou triste. acho que tenho crédito para isso. ou talvez não tenha. talvez eu seja pior. talvez a ...