Tudo bem.

Posted by on Dec 23, 2012 in Blog, texto, vida | One Comment

Voltei a fazer terapia uns meses atrás. Tem sido interessante cutucar certezas, revirar histórias e, principalmente, entrar em contato com um pedaço específico meu. Não é fácil: a sensação é a de destruir castelos de cartas montados e mantidos há décadas, mas é bom. Libertador, pra dizer a verdade. Tenho me sentido livre para ser humana ultimamente, como se eu tivesse uma licença para errar. Não que eu vá sair por aí errando deliberadamente, são só algumas toneladas de pressão a menos. Por falar em pressão, a dor no peito tem sido menos recorrente. Já acho que não estou mais prestes a morrer atravessando a rua. A não ser, é claro, que alguém me atropele. Mas o que importa é que a culpa seria de um motorista desavisado, e não do meu sedentarismo. Aliás, o que importa mesmo é que a culpa não seja minha ou, se for, que eu não me martirize por isso porque eu posso errar. Eu não vou, mas eu posso. E tudo bem. Tu-do-bem.

1 Comment

  1. Juliana Valera
    23/12/2012

    Quero muito fazer também… Logo logo, se tudo der certo! Beijo

Leave a Reply